terça-feira, 4 de julho de 2017

Gerir a vida familiar...sim ou loucura?

Pois, pois, compreendo que possa parecer loucura, mas não é. 

A vida familiar fluí com muito mais tranquilidade se for gerida e planeada. O dia-a-dia é muito, muito ditador. Tendemos a andar em correrias e se o âmbito familiar não for tratado como uma prioridade e bem organizado, o momento de encontro ao fim do dia e aos fins-de-semana pode tornar-se caótico e não servir de descanso para ninguém. 
Imagem

Este é o objetivo desta gestão. Não é aprisionar a família a uma rotina ou horário como se estivessem a trabalhar, é garantir que tudo o que a família precisa está em ordem, incluindo os seus momentos de descanso e lazer em conjunto.

A família, no sentido daquele conjunto de pessoas que vivem dentro da mesma casa e que tem vida comum, existe em diferentes âmbitos:

- profissional e escolar
- saúde e bem-estar
- festividades e compromissos
- lazer e tempo de qualidade

Vamos a um exemplo bem simples mas que penso bem ilustrativo. 

Quando o tempo frio chega é preciso trocar de guarda-roupa e, nessa altura conforme se faça a mudança de estação, as nossas necessidades podem ser imediatas e urgentes. Se não tivermos planeado bem esta passagem o mais certo é que quando for precisa, a roupa não estar lavada, nem passada, ou mesmo comprada, com a agravante que por ser uma altura em que todos os membros da família precisam de roupa nova, e quem tem crianças sabe bem do que estou a falar, poderemos não ter o montante de dinheiro disponível sem rebentar com o orçamento do mês ou ir ao cartão de crédito. 

Pois bem, se planeares a vida familiar também a este nível, a questão da troca de guarda-roupa pode ser suave e quase nem se sentir, gerando nenhum stress. 

O que é que esse planeamento significa? Bem, apenas isto:
Imagem

- agendar, por exemplo, para um mês antes da temperatura, previsivelmente, mudar a troca de guarda-roupa

- garantir um saldo nesse mês suficiente para as compras que se advinham

- fazer uma lista das roupas que precisarás comprar, sempre que uma estação termina, assim quando chega a altura de trocar de guarda-roupa, bastará puxares essa lista e já saberás o precisas comprar para a estação que inicia em breve. 

Pois bem, não parece difícil, pois não?

É verdade, não deixamos a vida fluir livremente, antecipamos, agendamos e planeamos. Mas sabes, não sinto que isso retire a mínima liberdade à minha vida. Pelo contrário. Agora, raramente tenho urgência familiar e se tenho, por exemplo, agendada uma ida às compras de roupa um fim-de-semana e quando chego lá não me apetece ou tenho outra atividade que me parece bem mais divertida, não faço as compras e porquê? Porque como planeei, a compra da roupa não é uma urgência e posso fazê-la no fim-de-semana seguinte. Como tal tenho a liberdade de escolher e a qualidade de vida de ter tudo em ordem com pouco esforço e sem nenhum stress. 

E isto acontece como? Gerindo a vida familiar.  Nas próximas semanas veremos como fazer esta gestão de forma a que a tua vida decorra suavemente.

Sem comentários:

Enviar um comentário